ESA - In the Spotlight

Impressão 3D sem limite de comprimento

Apresentada no workshop de manufatura avançada da Agência Espacial Europeia (ESA), esta barra em polímero de alto desempenho, com 1.5 m de comprimento, é muito maior do que a impressora 3D onde foi produzida.
A impressora é capaz de imprimir peças de dimensões ilimitadas numa direção. Trata-se de uma versão de demonstração terrestre da tecnologia de impressão 3D, destinada a ser usada a bordo da Estação Espacial Internacional.

O Engenheiro responsável pela área de Manufatura Avançada da ESA, Advenit Makaya, explica: “O desenvolvimento de soluções de fabricação fora da Terra para peças de grande dimensão, num contexto de exploração humana, será essencial para aumentar a sustentabilidade e a robustez de futuras missões espaciais.”

Conhecido como IMPERIAL, este projeto tem como objetivo desenvolver métodos de fabricação fora da Terra que superem as restrições de construção das impressoras 3D atuais, permitindo uma fácil construção e manutenção a bordo, aumentando a autossuficiência de futuras missões espaciais.

“Com esta atividade, superámos uma das principais limitações da impressão 3D - o volume de construção - ao usar uma impressora 3D compacta, capaz de processar termoplásticos de alto desempenho” diz Ugo Lafont o especialista em materiais da ESA. “Esta é uma grande conquista que ampliará o campo de aplicação deste processo de fabricação “on-demand”.”

O projeto está a ser realizado para a ESA através de um consórcio liderado pela OHB na Alemanha, a Azimut Space na Alemanha, o Athlone Institute of Technology na República da Irlanda e a BEEVERYCREATIVE em Portugal que desenvolveu a impressora 3D.

Antonella Sgambati, gestora do projeto da OHB System AG em Bremen nota que “já foi demonstrado que a fabricação de filamento fundido com polímeros de alto desempenho não é afetada pelo ambiente de microgravidade, abrindo caminho para novos desafios, como a possibilidade de imprimir peças ilimitadas numa direção ou explorar a produção em lotes. No âmbito do projeto, foram identificadas e analisadas novas lacunas tecnológicas fruto do trabalho de I&D e testes de protótipos na BEEVEREYCREATIVE, levando a esta conquista única e tornando a fabricação fora da Terra um passo mais próximo.”

É um enorme prazer inovar num grupo de trabalho (os membros do Consórcio e os responsáveis da ESA) que coopera e cria sinergias tão plenamente, afirma Aurora Baptista, CEO da BEEVERYCREATIVE.

A BEEVERYCREATIVE partilhou o video de uma impressão de teste aqui.

3D printing, as long as you like

Presented at ESA’s Advanced Manufacturing workshop, this 1.5 m-long hard polymer bar was produced using a 3D printer that is much smaller than it is.

The printer is capable of printing parts of unlimited dimensions in a single direction. It is a ground demonstrator version of 3D printing technology which is ultimately intended for use aboard the International Space Station.

ESA advanced manufacturing engineer Advenit Makaya explains: “Developing out-of-Earth manufacturing solutions for large parts, in a human exploration context such as here and later on for spacecraft structural parts will be essential in enhancing the sustainability and robustness of future space missions.”

Known as Project IMPERIAL, the aim is to develop out-of-Earth manufacturing methods that overcome the build constraints of current 3D printers, enabling easy onboard building and maintenance to enhance the self-sufficiency of future space missions.

“With this activity we have overcome one of the main limitation of 3D printing – the build volume - while using a compact 3D printer capable to process high performance thermoplastics,” says ESA materials specialist Ugo Lafont. “This is a great achievement that will extend the application field of this on-demand manufacturing process.”

The project is being undertaken for ESA by a consortium led by OHB in Germany, with Azimut Space in Germany, Athlone Institute of Technology in the Republic of Ireland and BEEVERYCREATIVE in Portugal developing the 3D printer.

Antonella Sgambati, Project Manager at OHB System AG in Bremen notes: “The Fused Filament Fabrication with high performance polymers has been already demonstrated to be unimpacted by a reduced gravity environment, paving the way for new challenges such as the possibility to print unlimited parts in one direction or else exploit batch production. In the frame of the project new technological gaps have been identified and covered by development and prototyping testing at BEEVERYCREATIVE which led to this unique achievement, bringing out-of-Earth manufacturing one step closer.”

“Innovating within a working group, – the consortium and ESA technical officers – that fully cooperates and creates synergies, has been a great pleasure,” says Aurora Baptista, CEO of BEEVERYCREATIVE.

BEEVERYCREATIVE shared the video of test print here.